Skatícias #99

skaticias-99

As cidades de Curitiba e Rio de Janeiro realizam nesse domingo, dia 27, a celebração do Go Skateboarding Day. Por causa da Copa do Mundo o evento foi atrasado em um mês. Para saber mais informações sobre o evento do Rio, acompanhe a página no Facebook.
Na capital paranaense, a organização prevê a participação de 40 mil skatistas. Eles querem chamar atenção do poder público para o movimento Curitiba Skate Center, que é um manifesto para a construção de uma pista de skate pública para atender a demanda de 100 mil skatistas da região metropolitana. Visite http://curitibaskatecenter.com.br/.
skatecenter

Foi lançado na terça-feira, “No Mans Land”, o 9° álbum do Tommy Guerrero. As músicas já podem ser compradas na iTunes Store, clicando aqui.
Tommy Guerrero No Mans Land

Rodney Mullen sempre foi um skatista discreto. Faz alguns anos que ele soltou sua última parte de vídeo e suas últimas aparições eram relacionadas ao lançamento do documentário da Bones Brigade. Mas nessa sexta-feira, o Ride Channel soltou um clipe de manobras inéditas, todas filmadas na casa do amigo Ben Harper.

Vídeo da semana: A Flip Skateboards lançou em parceria com a revista Transworld Skatebarding o vídeo “3”, com o trio profissionalizado pela marca; Louie Lopez, Curren Caples e Alec Majerus. O vídeo de 11 minutos foi dirigido por Arto Saari.

FRETE_GRATIS_500X200

Skate 3D na areia

Skate 3D na areia (Divulgação)

Skate 3D na areia (Divulgação)

O artista Jamie Harkins, da Nova Zelândia, faz desenhos 3D na areia da praia, e com a ajuda dos parceiros Constanza Nightingale e David Rendu, faz registros criando uma ilusão de ótica surreal com ajuda de colaboradores interagindo com os desenhos. Como Tony Hawk comentou, encantado com o trabalho, Harkins é o M.C. Escher das areias.
Jamie Harkins fez alguns trabalhos inspirados no skate, desenhando complexos de bowls e até uma megarrampa. Confira a galeria de imagens abaixo. Para ver outros trabalhos do projeto, https://www.facebook.com/3DSDart.

Assista o processo de produção de Harkins.

FRETE_GRATIS_500X200

Ricardo Dexter fala sobre “Rota Explosiva”, que estreia na MTV Brasil

Estréia nessa quinta-feira, dia 24, no canal MTV Brasil, a série “Deco e Lucas na Rota Explosiva”, um programa com bastante cenas de skate e situações bizarras. Por 20 dias eles viajaram por São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro num ônibus com uma minirrampa no teto horrorizando a todos no caminho. Chegaram até a ser notícia no RJTV, telejornal da TV Globo na região metropolitana do Rio de Janeiro.
Além dos protagonistas, o Rota Explosiva conta com a participação do skatista Ricardo Dexter, do piloto de BMX Douglas Doguete, do surfista Tiago Arraes e do piloto de FMX Diego Djamdjian. Mas o ápice da série é a participação de Ronaldinho Gaúcho, que recebeu a trupe em sua casa, em Belo Horizonte, para um churrasco.
Dexter contou ao blog um pouco sobre o Rota Explosiva, que terá 13 episódios de 30 minutos, todas as quintas às 21h30.

Ricardo Dexter (Divulgação/Pablo Vaz)

Ricardo Dexter (Divulgação/Pablo Vaz)

A Rota foi Explosiva mesmo?
Literalmente tentamos explodir uma moto, botamos fogo no skate, explodimos skate e tudo que tinha direito para se fazer com fogos.

Como você começou a participar dos programas com o Deco e o Lucas?
Na verdade, o convite veio em 2012, quando rolou a primeira viagem do ônibus. O Deco Neves me chamou para uma reunião. Ele me conheceu por um amigo de Faculdade, o Sérgio. Aí o Deco chegou e falou, ‘’Dexter, o negócio é o seguinte, vamos fazer uma viagem de São Paulo até o Uruguai. Temos pouco dinheiro e tem perigo de ficar na roubada, você está dentro (risos)?” Na minha cabeça, depois de tanta roubada dentro do skate, você acha que isso é roubada? Tô dentro! E assim aconteceu.

Qual dos dois é mais doente, o Deco ou Lucas?
(Risos) Difícil na verdade. O grau de demência ali é igual, mas cada um tem sua especialidade em demência. O Lucas é um demente mais fissurado por Motor. A parte do Deco já é mais dublê mesmo, pular de ponte, improvisar.

Ronaldinho Gaúcho recebeu o Rota Explosiva em sua casa em BH (Divulgação/Pablo Vaz)

Ronaldinho Gaúcho recebeu o Rota Explosiva em sua casa em BH (Divulgação/Pablo Vaz)

Vocês foram na casa do Ronaldinho Gaúcho em Belo Horizonte. O cara é de boa? O que você pode adiantar que rolou lá?
Pô, o cara é sem palavras. Me fez até curtir futebol pela humildade. O cara recebeu a gente de portas abertas na casa dele, deixou fazer tudo e participou de tudo. Na verdade, ele já faz parte da nossa equipe. Não assisti os episódios ainda (risos).

E a parada do RJTV, o que foi aquilo? (clique aqui para assistir e entender)
Aquilo foi hilário e só me provou a mídia sensacionalista que temos em nosso país. Na verdade, quando soubemos que saímos no principal jornal televisionado do Rio de Janeiro, a comemoração foi espontânea e generalizada. Pois o tamanho da babaquice que falaram na TV, sem saber de nada, foi foda. Mas tranquilo, essa é uma das nossas metas, sair do sistema, fazer o que quisermos e do jeito que a gente quer. E é claro, isso choca.

Acompanhe cenas extras e deletadas toda semana no canal da Bolovo: http://youtube.com/bolovoproductions
Veja mais fotos dos bastidores da série no https://www.facebook.com/decoelucas

FRETE_GRATIS_500X200

Desapegar é só começar! (publieditorial)

Vicking-OLX

Publieditorial:

Blog legal, né? Navegar nas suas páginas preferidas sempre traz alguma coisa nova, alguma ideia pra deixar sua vida mais interessante. É exatamente isso que a OLX faz por você: abre espaço na sua vida, desocupa espaço na sua casa e você ainda ganha uma graninha extra. Sabe como? A gente explica.
Na OLX você anuncia grátis tudo que não usa mais. Dê uma olhada na sua casa. Tem muitas coisas que você não usa mais e que valem uma grana. Já pensou que delícia descobrir que agora vai dar para fazer aquela viagem no fim de semana?
Comprar aquele sapato novo, dar aquela renovada no penteado? Descobrir o valor dos seus produtos usados é inteligente nos dois sentidos, pois além de render grana para você, dá uma nova vida aos seus produtos. Bacana, né? Então desapega! É fácil e muito rápido.
Siga as nossas dicas:
Você escolhe do que vai desapegar (pode ser um celular antigo, notebook, bicicleta, móveis, objeto de decoração… tem uma infinidade de coisas pra vender), capricha nas fotos, coloca uma descrição bem bacana (quanto mais detalhes, melhor), compara preços com pessoas que estejam vendendo a mesma coisa que você na OLX e… pronto! Seu anúncio está no ar para mais de 26 milhões de usuários na OLX.
Com a OLX, desapegou, vendeu.
Desapegar faz um bem danado, sabia? É o tipo da coisa que a gente se pergunta por que não começou a fazer antes. Só tem vantagem! Se você já chegou a conclusão de que não vai mais usar alguma coisa, experimente a OLX e compartilhe sua experiência com a gente na nossa fan page da OLX.
Tá esperando o quê? Baixe agora o aplicativo no seu celular! Fotografou, publicou, desapegou.

Venda tudo na OLX. É rápido e grátis. Vai ficar aí parado? DESAPEGA!

Djorge Oliveira, vencedor do “Dá as trick, Vidal”, usa prêmio para conhecer Barcelona

Em agosto de 2013 o gaúcho Djorge Oliveira ganhou uma passagem para Barcelona após vencer a segunda edição do “Dá as trick, Vidal”, competição realizada pela ÖUS na Praça do IAPI, em Porto Alegre.
Com a passagem garantida, Djorge se programou por meses para juntar o dinheiro da estadia e realizar o sonho de andar nas ruas de Barcelona. Ao blog, ele contou como está sendo a viagem.

Djorge Oliveira em Barcelona (foto: Gui Galve)

Djorge Oliveira, vencedor do “Dá as trick, Vidal”, usa prêmio para conhecer Barcelona (foto: Gui Galve)

Você ganhou a passagem para Barcelona num campeonato da ÖUS no IAPI. Como foi a sessão?
Sim, ganhei no evento “Dá as Trick, Vidal”, e na sequência rolou show do Del. Foi muito louca a sessão, muitos caras que eu não via fazia um tempo. E os amigos de todos os dias na sessão. Foi um dia de muitas manobras, risadas e diversão!

Você foi para o evento com o objetivo de ganhar?
Na verdade eu fui mais para andar de skate. Sem o objetivo de vencer. Estava mais por rever os amigos, trocar uma ideia e andar de skate.

O que você achou do formato do campeonato da ÖUS?
Então, por ser só uma chance, com certeza teve um pouco mais de pressão. Mas foi muito bom, porque o Patrick tem o mesmo style que a maioria dos participantes. A equipe da ÖUS, como jurada, estava julgando muito bem também. Na minha opinião poderia ter mais eventos assim, a ÖUS está de parabéns.

É sua primeira vez em Barcelona?
Sim, é minha primeira vez. Está sendo muito bom, estou tendo a oportunidade de evoluir meu skate, conhecer uma nova cultura e andar de skate todos os dias em picos perfeitos.

Switch backside tailslide em Barcelona (foto: Gui Galve)

Switch backside tailslide em Barcelona (foto: Gui Galve)

 

Como foi a programação da viagem?
A programação foi bem tranquila, já tinha em mente. Perguntei para amigos como Patrick Vidal e Thiago Pires “Pingo”. Como eles já vieram algumas vezes, me falaram que essa era a época boa para vim e produzir bastante material. Então tive bastante tempo para me programar.

O que já rolou de legal por aí?
O que rolou de legal aqui é que eu cheguei na casa que eu estou ficando, do meu mano Moreto, e nela estão ficando uns caras de São Paulo. E um deles é representante da marca que tenho patrocínio, a Hanff Urban Culture. E eles estão filmando para um projeto deles e acabei saindo todos os dias para filmar com eles e acabei produzindo vídeos e fotos juntos.
Tive a oportunidade de andar de skate com os caras que eu olhava em vídeos. E hoje vou olhar mais ainda, porque depois que conheci caras como Stevie Williams, JB Gillet, Jesus Fernandes, Javier Sarmiento, vou ter mais vontade de aprender manobras, porque andar com esses caras é só evolução…

Já sabe como vai usar as imagens que está registrando aí?
Já sei sim. Vim com o objetivo de filmar um vídeo para a Bastard Wear, marca que me patrocina e está me dando uma força legal mesmo. Valeu aí, Beto Fadul. E vai sobrar umas imagens para outros projetos também, então fiquem ligados que logo mais vai sair o vídeo da minha viajem à Barcelona!

Trombou o Roni Carlos por aí?
Claro, nos primeiros dias que cheguei aqui ainda. Colei no Macba pra fazer uma sessão e ele estava lá fazendo uma sessão também. É muito da hora fazer a sessão com ele, muitas risadas e aprendizado. Salve, Roni!

Crooked grind (foto: Gui Galve)

Crooked grind (foto: Gui Galve)

 

FRETE_GRATIS_500X200

Novidades do Microfone

Herniogenes Microfone é um nome conhecido para quem acompanha a cena paulistana. Mas agora ele optou por assinar como Mike Dias. Skatista amador com estilo e personalidade, Mike está com novo patrocinador e planeja a profissionalização. Em entrevista ao blog, ele conta sobre planos e novidades.

Mike Dias (foto: Fernando Martins)

Mike Dias (foto: Fernando Martins)

Você é um dos caras com nome mais difícil que conheço, Herniogenes. Por isso decidiu adaptar seu apelido, Microfone, em nome artístico, Mike Dias?
Verdade, Sidney, meu nome é complicado. Mas gosto dele e acho que sou o único com esse nome (risos). Pensei em mudar quando percebi que até meu pai – o responsável por eu ter esse nome – não me chamava pelo nome e sim por apelido. E meus familiares, amigos, colegas e conhecidos me chamam por Microfone ou Mic, e quando eu estava nos EUA os gringos não conseguiam pronunciar meu nome, e como todos me chamam de Mic, decidi adotar Mike Dias. E está dando certo! Sem recentimentos, Pai (risos)!

Como você entrou para a Black Sheep?
Em 2007, a Black Sheep entrou em contato comigo, me convidando para fazer parte do time, mas eu estava com outros planos e não deu certo na época. Agora, em 2014, tivemos outro contato e houve interesse de ambas as partes. Estou feliz em fazer parte da mesma equipe dos meus manos, (Williams) Damascena, (Guilherme) Rocha, (Paulo) Piquet, (Rafael) Finha e Diego Fontes. Satisfação, brothers. Sempre me dei bem com todos da equipe e só unimos o útil ao agradável. 

O plano de profissionalização já foi discutido com a Black Sheep e seus outros patrocinadores?
Está sendo discutido sim sobre esse assunto, pois será um importante passo na minha carreira. Enquanto isso estou trabalhando, fazendo minha parte, filmando, fazendo fotos, participando de eventos e etc. 

O vídeo foi todo filmado na praça Memorial 17, que foi construída em homenagem aos mortos na maior tragédia da aviação brasileira. E ele foi lançado no dia do sétimo aniversário do acidente. Isso foi uma coincidência
Foi total coincidência. Gravamos nesse pico pois quase não saíram gravações nele. E o lançamento saiu junto com meu anúncio de entrada na Black Sheep na nova revista Tribo Skate.

FRETE_GRATIS_500X200

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...