quinta-feira , 17 agosto 2017

Home » Blog » Volume 1 Lado B, do Estúdio Antihorario – crítica e fotos da première no MIS de São Paulo

Volume 1 Lado B, do Estúdio Antihorario – crítica e fotos da première no MIS de São Paulo

Publicado Em: 16/12/2008 20:52


Renato Custódio e Alexandre Cotinz

O lançamento do DVD Volume 1 Lado B, do Estúdio Antihorario foi semana passada, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo e enrolei demais pra escrever sobre ele. Cheguei em casa e quis assistir de novo antes de resenhar, mas depois dormi. Nos dias seguintes, surgiram algumas urgências, uns imprevistos, preferi andar de skate e assistir de novo várias vezes. São raros os DVDs que assisto mais de uma vez no mesmo dia, e o Lado B me fez bater o recorde de plays em menos de uma semana. Justamente por essa responsa adiei tanto pra comentar e vou (tentar) fazer agora, mesmo que breve, antes que o ano termine. Ou, se pudesse, programaria meu relógio pra rodar sentido antihorário…

“V1LB” começa com Willians Dentinho, minha parte favorita. Não porque é um amigo, um moleque da vila onde morei até meus 16 anos (Vila Maria), ou ser uma das pessoas mais dignas e honestas que conheci na vivência com o skate. O skate do Dentinho tá muito bem selecionado e mostrou manobras inovadoras, sejam pelos lugares que ele andou, ou pela forma que acerta seus combos dinâmicos. Pra fechar, um extra andando em skates sem lixa, ignorando a dificuldade.
A segunda parte é do Rodrigo Maizena, que construiu uma imagem de skatista agressivo, de descer corrimãos e gaps gigantes. Manobras pra causar impacto. Mas o que chama atenção agora, é justamente o oposto (ou melhor, complemento), a técnica. O Maizena tem uma habilidade absurda. Ele conduz o skate debaixo dos pés com incrível controle. E esse domínio faz dele, capaz de encarar corrimãos grandes, pular extensos buracos e gaps altos (sem apelação de manobras), descer um hubba de hardflip backside nosebluntslide, fazer linhas com switch backside tailslide e ainda “brincar” em manuals. É uma das partes mais completas que já assisti dentro de um vídeo brasileiro.
As partes com os convidados também merecem atenção especial porque não são pra fazer média. A galera honrou cada manobra. Vários skatistas, muitas cidades, infinidade de picos.
Quem fecha o Lado B é o Luan de Oliveira. O rapaz endossa a produção com sua alegria contagiante. Contar que uma parte do Luan tem boas manobras é redundante. Qualquer um dos três protagonistas já valem o produto. Mas se não fosse o capricho da produção, cuidado com escolha das manobras e músicas, qualidade das imagens e edição, de nada valeria. Volume 1 Lado B ficou impecável. Tão bom que me limito a extender os elogios ao bônus.

Rodrigo Maizena e o DVD
Douglas Pietro e Henrique Banana
Guilherme Teodoro, do Antihorario, vendendo os DVDs
Alexandre Cotinz e Daniel Marques

Natália, André, Esteban e Renatinz

Kboco, Fernando, Edú, Rafael e Henrique

Bilheteria: 400 ingressos distribuídos

Dentinho e Maizena

Pra comprar o DVD e ver fotos das premières que tão acontecendo, entra no site do estúdio: http://www.antihorario.com.br/
Lembre-se de comprar pra você e presenteie os amigos também!

Volume 1 Lado B, do Estúdio Antihorario – crítica e fotos da première no MIS de São Paulo Reviewed by on . Renato Custódio e Alexandre CotinzO lançamento do DVD Volume 1 Lado B, do Estúdio Antihorario foi semana passada, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo e enr Renato Custódio e Alexandre CotinzO lançamento do DVD Volume 1 Lado B, do Estúdio Antihorario foi semana passada, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo e enr Rating:
asfalto-01
Voltar ao Topo