quarta-feira , 16 agosto 2017

Home » Entrevistas » Patrick Vidal: Do Rio Grande do Sul à Califórnia

Patrick Vidal: Do Rio Grande do Sul à Califórnia

Publicado Em: 02/10/2012 16:17


PATRICK VIDAL: DE PORTO ALEGRE A MARINGÁ from ÖUS on Vimeo.

Fiz essa entrevista com o Patrick Vidal em duas partes. Uma logo que ele terminou de filmar o vídeo “De Porto Alegre à Maringá” e outra quando chegou nos EUA, onde está passando sua primeira temporada.

(Arquivo pessoal)

Quanto tempo demorou as filmagens?
Voltei a andar e filmar em fevereiro 2012 , após a recuperação da cirurgia que fiz no braço. Comecei a criar confiança novamente e desde então estou filmando para o promo. Quero passar uma ideia minha sobre esse momento difícil que tive que passar e todos estamos sujeitos a desafios. Encarar essa dificuldade com firmeza é o mínimo, pois foi um momento de muita dedicação e cuidados para voltar com tudo o quanto antes. Hoje meu promo está pronto e a cada dia acredito mais em mim, na evolução que posso chegar. Sempre acredite no seu sonho, apesar de qualquer barreira.

Quais cidades tem manobras filmadas?
Tem em Porto Alegre, Maringá, Ponta Grossa, Caxias do Sul ,Itajaí, Curitiba.

Dos últimos vídeos lançados online, quais seus favoritos? E porque?
O vídeo da Capital e o Ame. São vídeos brasileiros focados na rua e que mostram o empenho do skatista na sua produção de uma vídeo parte.

Qual o último DVD de skate que você comprou?
Vixii… hoje em dia é difícil a gente adquirir um DVD pelo fato da internet estar colocando tudo a disposição. Mas acho muito importante a gente investir em um DVD original, por poder ver toda a produção que foi feita no vídeo e fortificar o trabalho do grupo. Tenho na minha coleção alguns como Duotone, LRG, BS Crew, Identidade e, claro, os Simplesmente.

Você é um dos skatistas que está na ÖUS desde o início. Conta como rolou o convite pra entrar na marca.
O Rafael Narciso entrou em contato comigo no início de tudo, antes mesmo de ter os tênis em mãos para me mostrar. Eu acreditei no trabalho dele por ele ser muito honesto e ir direto ao assunto. A gente começou junto uma caminhada que dependeria de cada um dar seu melhor em cada função. E está dando certo!

A ÖUS hoje é como você imaginava?
Sim. Hoje a marca está fluindo perfeitamente, estamos alcançando todas as metas. É um progresso continuo e o retorno é merecido. Por isso estamos sempre focados em evoluir muito a cada dia em vários sentidos.

Patrick nas filmagens do vídeo (Cortesia ÖUS Shoes)

Me conta algumas curiosidades do vídeo.
(Risos) Aquelas inúmeras escapadas dos seguranças não poderiam faltar… Tem uma que rolou numa sessão no banco amarelo em curva de uma praça aqui em Porto Alegre. O banco em que eu estava andando estava cheio de vela e aquele sol de rachar. Foi quando veio um senhor, se sentou e me disse que eu não poderia andar ali. Expliquei para ele que era meu trabalho e que ele estava sujando sua roupa. Ele ficou bravo, levantou e saiu da praça com as calças cheias de vela e foi ligar para policia. A gente deu muita risada no momento pois ele que acabou saindo na pior por passar como arrogante e agir como se fosse dono da verdade. No final tudo acabou bem.

O que você consertou na cirurgia?
Eu fiz uma cirurgia no cotovelo esquerdo e a cirurgia foi feita somente no meu ligamento. A gente estava na tour da ÖUS em Barcelona e eu estava andando em uma borda com despenco alto. O skate travou no início da borda e me machuquei. Fiquei dois meses direto na recuperação.

Qual foi a manobra que mais deu trabalho pra acertar nesse vídeo?
Fakie nosegrind saindo de hardflip. Demorei uns quatro dias empenhad. Esse pico tem pouco espaço.

Falta o que pra você se profissionalizar? Você já se sente pronto?
Me sinto pronto, mas tudo tem seu tempo. Eu estou agindo conforme a maré anda. Estamos vendo qual será a melhor hora.

O que representa ter um pro-model para você?
Para mim, representa muito ter o pro-model pelo fato de ser uma grande conquista estar andando com o modelo que foi escolhido por você. E ver a molecada que se inspira no seu role usando com muito orgulho um produto com a sua assinatura.

Você já sonhou ter um shape de algum skatista profissional ídolo?
Já sim. Alguns como Tom Penny e Rodrigo TX . Hoje uso um modelo style que é Gian Nacarrato da Son. Perfeito.

(Arquivo pessoal)

Agora você está nos EUA. Escutei falar que você tentou várias vezes tirar o visto e não dava certo. O que rolava?
Pois é. Até que enfim agora consegui. Foi só na terceira tentativa que rolou e eles alegavam que a minha explicação não era convincente e que deveria tentar novamente com outros argumentos . Acredita!

A viagem está sendo como imaginava?
Sim, é incrível. Muitas opções de picos e tem muitos brasas que fecham junto. Tô no corre da Son Skateboards para produzir umas paradas. Ocupação direta aqui!

Você é um dos skatistas da Son Skateboards, marca do André Genovesi que está voltando ao mercado. Conta aí as novidades da marca.
Sim, a marca está de volta e estou junto nessa com muito orgulho, usando um produto de qualidade. Estamos correndo aqui para fazermos o lançamento oficial. Aguardem novidades nas redes.

Andando pela Son o André contou o segredo de como andar nas mesas?
(Risos) Ele deu carta branca para eu andar. Agora vai depende de mim mesmo.

Patrick Vidal: Do Rio Grande do Sul à Califórnia Reviewed by on . PATRICK VIDAL: DE PORTO ALEGRE A MARINGÁ from ÖUS on Vimeo. Fiz essa entrevista com o Patrick Vidal em duas partes. Uma logo que ele terminou de filmar o vídeo PATRICK VIDAL: DE PORTO ALEGRE A MARINGÁ from ÖUS on Vimeo. Fiz essa entrevista com o Patrick Vidal em duas partes. Uma logo que ele terminou de filmar o vídeo Rating:
asfalto-01
Voltar ao Topo