quinta-feira , 17 agosto 2017

Home » Entrevistas » Rodrigo Gerdal fala sobre seu projeto Direto da Rua, portal de vídeos de skate

Rodrigo Gerdal fala sobre seu projeto Direto da Rua, portal de vídeos de skate

Publicado Em: 12/09/2012 14:23


Fakie ollie fakie nosegrind (Sidney Arakaki)

Rodrigo Gerdal lançou nesse ano um projeto inovador, o site DiretoDaRua.TV, um portal de vídeos de skate e cultura urbana. Em poucos meses no ar, o site já alcançou 1 milhão de acessos e é referência entre as comunidades de skate espalhadas pelo Brasil. Se você vai num pico e vê dois moleques filmando manobras intercaladas, é influência direta da seção “Back to Back”. E o site tem várias outras seções fixas interessantes, como o Diário de rotina, Miscellaneous em H264 e Timeline. Vale a pena vasculhar o conteúdo.

Por email, Gerdal contou sobre o Direto da Rua.

Rodrigo Gerdal, o cara por trás do Direto da Rua (Sidney Arakaki)

De onde surgiu a ideia desse projeto?
O projeto surgiu através da constatação de carência de veículos no Brasil para um tipo de mídia que há anos vem crescendo no exterior: vídeos. Em se tratando de skate, arte e até mesmo música, a mídia impressa é a mais comum. E com o crescimento da internet, a propagação dos vídeos se torna mais fácil. Porém ainda não explorada corretamente. Eu possuía uma grande quantidade de material de skate coletado e não tinha onde postar. Por isso resolvemos montar o canal.

Quem são as pessoas por trás do Direto da Rua?
Existem pessoas chaves que organizam as informações. São pessoas que iniciaram o projeto e estão por trás das questões estratégicas. Mas por trás da iniciativa possuem várias pessoas envolvidas que estão diretamente relacionadas com a cultura urbana. O canal é um veículo democrático e receptivo. Não temos restrições para participações e colaborações.

O site não é apenas de skate, é de hip-hop também. Fala um pouco do seu envolvimento com o rap.
A música sempre andou junto com o skate, e vice versa. A gente tem muitos amigos envolvido com o rap e a gente quiz passar um pouco do que eles vivem também. Porque, querendo ou não, eles também são rua. Então daí é direto da rua, né?

Faz pouco tempo que o site está no ar e já virou referência pros moleques do Brasil. É como você imaginava?
Na verdade, a cada dia que passa o canal nos surpreende mais. O Direto da Rua TV tem menos de seis meses e já conta com quase 1 milhão de pageviews. E com isso, o canal se tornou um grande portal para divulgação. Começamos com o objetivo de divulgar o material que tínhamos e vimos que acabou se tornando um veículo para que as marcas e os skatistas mostrassem seus trabalhos. Esperamos que o canal evolua junto com as marcas e skatistas, e que essa nova mídia, não só o Direto da Rua TV, mas em outros meios de comunicação diferenciados que estão para surgir, sirvam como referências para novos parâmetros para evolução.

Qual a seção de mais sucesso do site?
Não temos um programa com maior sucesso. Os acessos sempre dependem da qualidade do material. Acho que o sucesso do canal vem do fato de possuir sempre programas com conteúdo exclusivo e inédito. Também privamos muito a qualidade do material (manobras), de filmagem e edição. Isso faz com que a galera esteja sempre acessando. Outro diferencial é que o canal não tem nenhum tipo de descriminação. Se o vídeo é de boa qualidade e vai agradar nosso público, publicamos sem se importar se a pessoa é conhecida ou não. Isso faz do canal um ótimo veículo para novos skatistas e para outros que há muito tempo não tinha espaço na mídia comum.

Switch frontside flip pulando a escada e aterrisando na transição (foto: Sidney Arakaki)

Uma das coisas que mais chama atenção são os anúncios no começo dos vídeos. Todo mundo que vai assistir um vídeo acaba vendo o comercial e a maioria é muito bem feito. No caso da “Crystalgrip”, uma marca nova que agora muita gente já conhece por causa do Direto da Rua. Os anunciantes estão acreditando no seu projeto?
Acreditamos que o Direto da Rua TV está trazendo para a realidade do skate brasileiro uma nova forma de marketing digital, o que tem exigido que as marcas se estruturem para essa nova realidade. Muitas marcas tem acreditado no nosso trabalho e tem alcançado os resultados acima do esperado, como a CrystalGrip por exemplo. O mais importante é que o canal eh um espaço democrático, inclusive para marcas. Nele, a marca pode mostrar seu trabalho de forma mais interativa e impactante, a experiência com a marca é mais real.

Quem quiser aparecer no site como faz?
É só nos mandar o material através de email. Se o vídeo se enquadrar com os padrões do canal (ineditismo, qualidade de manobras, imagens e edição) irá para o ar assim que possível.

Melhores Marcas de Skate

Rodrigo Gerdal fala sobre seu projeto Direto da Rua, portal de vídeos de skate Reviewed by on . [caption id="attachment_5397" align="aligncenter" width="500"] Fakie ollie fakie nosegrind (Sidney Arakaki)[/caption] Rodrigo Gerdal lançou nesse ano um projeto [caption id="attachment_5397" align="aligncenter" width="500"] Fakie ollie fakie nosegrind (Sidney Arakaki)[/caption] Rodrigo Gerdal lançou nesse ano um projeto Rating:
asfalto-01
Voltar ao Topo