quinta-feira , 24 agosto 2017

Home » Blog » Skatista de Rio Claro discursa na Câmara e dá exemplo de cidadania

Skatista de Rio Claro discursa na Câmara e dá exemplo de cidadania

Publicado Em: 15/03/2012 13:59


A minirrampa de Rio Claro destruída pela prefeitura (foto: Divulgação)

Os skatistas de Rio Claro, interior de São Paulo, estão dando um grande exemplo de cidadania. Após a prefeitura destruir uma rampa doada para um projeto social, os skatistas se uniram e conseguiram chamar atenção da população não só para reivindicar o conserto da rampa e uma pista de skate pública, mas mostrar que os praticantes de skate são cidadãos perseverantes que lutam pelos seus direitos, ao invés de ficar em casa reclamando.
Na semana passada, mais de 300 skatistas e simpatizantes adentraram a câmara de vereadores de Rio Claro para protestar, e o skatista Daniel Corso fez um belo discurso.
Por email, Daniel me fez um breve resumo do que rolou em Rio Claro.

Daniel Corso na rampa (foto: Divulgação)

O Saulo Cecagno, skatista há 25 anos aqui de Rio Claro, tinha um terreno com uma minirrampa perfeita (a mini foi construída pelo Ribas, que participou da construção de todas as edições dos X Games no Brasil). E como o Saulo ia vender o terreno, doou a pista para a prefeitura para ajudar o projeto social ” Escolinha de Skate”.
Aí, a rampa como era grande (12 x 8m) foi cortada em três partes para ser levada até o barracão da Estação Ferroviária de Rio Claro, um lugar cedido pelo secretário de Esportes.
A rampa foi para a estação em outubro do ano passado, e desde então aguardávamos a liberação da verba para montagem e manutenção. Até o Carnaval nada havia acontecido, aí o Saulo foi até o local para ver como a rampa estava, e chegando lá a rampa estava destruída, jogada num outro terreno ao lado. Fomos nos informar e ficamos sabendo que a prefeitura mandou um trator retirar a rampa pra dar espaço para os carros alegóricos que desfilaram no carnaval da cidade.
Até então a briga era nossa, mas postamos uma foto no Facebook e no mesmo dia tomou uma proporção monstra. Aí acabou virando esse manifesto.
Fomos em uma sessão da câmara, e nas pautas do dia exibiram um vídeo de como a rampa estava destruída. Na mesmo semana, organizamos uma galera e estampamos 500 cartazes, 100 camisetas e 2000 adesivos, doados pelo pessoal de Americana. Montamos um vídeo e conseguimos dez minutos na sessão da semana seguinte na câmara para apresentar nosso manifesto. Nesse dia, colocamos 300 skatistas e simpatizantes lá dentro, e todos organizados, isso que foi o mais legal. Além do Facebook, saímos na EPTV, a TV Globo regional, site Terra e nos jornais locais.
O departamento de finanças da prefeitura já está se mexendo para organizar os orçamentos para uma nova pista e agora não vamos parar. Queremos mexer na ferida mesmo. Queria que todo mundo fosse lá lutar pelo que acha correto, seja pela saúde, segurança, asfalto… Quem sabe um bando de molecada dê exemplo para população. Ontem mesmo fui abastecer o carro e o frentista veio me cumprimentar pelo rolê!”

Para acompanhar o caso, siga a fan page “Acorda Rio Claro, Pista De Skate Já

Assista o discurso de Daniel Corso na Câmara de Vereadores da cidade de Rio Claro no dia 7 de março de 2012

Leia o discurso que Daniel fez na Câmara:

Boa noite a todos, muito obrigado pelo espaço cedido nesta casa e irei falar em nome da Associação de Esportes de Aventura de Rio Claro dos skatistas e outros simpatizantes da causa.

Meu nome é Daniel Corso, tenho 34 anos, sou publicitário e sou skatista há 20 anos.

Skatista como muitos sabem, era sinônimo de desocupado, desordeiro, barulhento e gente muito estranha com calça larga e tênis rasgado.

Pois bem, passaram-se 20 anos e esses caras estranhos cresceram, hoje somos, engenheiros, arquitetos, farmacêuticos, advogados, empresários, publicitários, tatuadores, cozinheiros, jornalistas, músicos, gerentes de grandes empresas, e a grande maioria com família e filhos.

Skatista, sem perseverança não evolui.
Sem vencer seu medo não aprende.
Sem tentativas, erros e acertos não chegam a lugar algum.

Skate, diferente de outros esportes, não precisa de time, não se torce contra. Nós torcemos pela melhor manobra, independente de quem a acerte.

Ser skatista é ter lugar para dormir, comida, e amigos onde quer que você esteja, pois somos mais de 4 milhões somente no Brasil. E somos irmãos!

Voltando a nossa cidade:
Eu trabalho o dia todo, e olha que trabalho bastante… e a hora mais feliz do meu dia é quando saio do trabalho e vou embora para Piracicaba andar de skate.

Como rioclarenses que são. Repararam no que acabei de dizer?

A hora mais feliz do meu dia é quando vou embora para Piracicaba!

Pensando bem, isso está errado, eu assim como muitos outros aqui, trabalhamos em Rio Claro, e no final das contas, deixamos nossas economias lá na cidade vizinha… somos até fregueses de diversos comércios de lá!
É dinheiro nosso que vai embora!
Em nosso manifesto on line, uma senhora nos criticou dizendo: Existem coisas mais importantes pra prefeitura se preocupar do que uma pista de skate, como a saúde!
Nós concordamos 100% com ela, mas isso aqui que está acontecendo agora é o nosso ideal, nós queremos um lugar pra andar de skate.
Levante da cadeira e lute pela saúde, foi o que aconselhamos a ela!

Talvez se ela estivesse aqui com seu cartaz escrito Saúde já!, os médicos plantonistas estariam no P.A. da Santa Casa.
Talvez se todos fizessem isso, haveria asfalto no bairro Bom Sucesso.
Talvez não teríamos um Museu em cinzas.
Talvez se tivessem pedido por mais segurança, teríamos evitado 46 assassinatos em Rio Claro no último ano!
Talvez, ganhemos nossa tão sonhada pista de skate! Talvez.

Estamos aqui para somar. Numa época em a apatia política toma conta da população e a grande maioria gereraliza dizendo que política é sinônimo de incompetência.
Mas nós estamos aqui, dentro dessa casa, e se nós estamos aqui, é porque ainda acreditamos em vocês.

Não é hora de culpar fulano ou ciclano pelo que houve com a pista doada, é hora de lutarmos pelo que queremos.

E o que queremos é um lugar pra andar!

Mas não é assim tão simples, queremos uma pista construída por quem entende do assunto, como a que foi destruída. Só assim a cidade evolui, só assim o esporte cresce, só assim Rio Claro poderá receber campeonatos e eventos. E queremos transparência!

Estamos defasados em relação à Piracicaba, Limeira, Santa Gertrudes, Americana, São Carlos, Araras, Águas de São Pedro e tantas outras cidades que nos cercam…

Todos que estão aqui, querem esta pista!

Como disse: crescemos, somos profissionais, pais de família e somos skatistas!

Pensem com carinho nas palavras ditas neste manifesto, eu falo por todos!

Acreditem no esporte, nas crianças, jovens e adultos que serão beneficiados com esta pista, acreditem na nossa voz, acreditem que isso vai valer a pena!

Estamos dando a oportunidade a vocês; desta gestão, de fecharem o mandato com chave de ouro!

Que a razão e a união pairem sobre suas decisões nesta questão tão importante pra gente e tão importante para Rio Claro.

Desculpe-nos pelo transtorno, estamos apenas fazendo o que tem que ser feito!

Uma boa noite a todos!”

Como ficou a minirrampa após o Carnaval de Rio Claro (foto: Divulgação)

O assunto foi tema em charge de jornal de Rio Claro (foto: Divulgação)

Skatistas e simpatizantes na Câmara de Rio Claro (foto: Divulgação)

Skatista de Rio Claro discursa na Câmara e dá exemplo de cidadania Reviewed by on . [caption id="attachment_4623" align="aligncenter" width="500" caption="A minirrampa de Rio Claro destruída pela prefeitura (foto: Divulgação)"][/caption] Os ska [caption id="attachment_4623" align="aligncenter" width="500" caption="A minirrampa de Rio Claro destruída pela prefeitura (foto: Divulgação)"][/caption] Os ska Rating:
asfalto-01
Voltar ao Topo