quinta-feira , 17 agosto 2017

Home » Blog » As vezes eu acho que sonho muito alto, mas eles se superam

As vezes eu acho que sonho muito alto, mas eles se superam

Publicado Em: 25/02/2011 14:30


Tô colhendo material pra fazer posts sobre o Chuck. Levei alguns dos meus VHS e ele comentou sobre a produção das músicas (imagem: Sidney Arakaki)

Na boa, eu me considero um cara de muita sorte. Quando eu acho que está bom, melhora. Muitas vezes eu acho que sonho muito alto, mas os sonhos acabam se realizando com mais surrealidades que minha imaginação.
Ontem foi um exemplo.
O McRad e o Dinosaur Jr são as bandas que eu mais queria ver. O Dino esteve aqui ano passado e foi um super sonho realizado. Fui nos dois shows, no pocket show e no acústico do Low Barlou. O McRad eu já achava que seria um sonho impossível, porque além de ter fãs com números não expressivos (pra bancar os custos operacionais), não é uma banda que costuma fazer turnê. Na real, não é uma banda. A banda é o Chuck Treece, que é músico e ano passado veio acompanhar o Ray Barbee em dois shows acústicos. Nessa rápida passagem tive o privilégio de acompanhá-lo numa sessão de skate pouco antes dele embarcar de volta para os EUA e já considerava um sonho compatível com ver um show do McRad.
Na viagem ele sentiu que no Brasil havia fãs fiéis que mereciam ver o McRad e aceitou o convite pra vir fazer alguns shows pra gente, tendo o Maurício Takara pra tocar na bateria e o Juninho no baixo.
Ontem de manhã rolou uma sessão na pista do Sumaré pra fazer uma matéria pra ESPN Brasil. Na hora de ir embora o Juninho comentou que no fim da tarde rolaria o último ensaio antes dos shows, e brinquei que queria ir lá fazer uma transmissão ao vivo pela internet. Essa brincadeira virou coisa séria, e com a ajuda de alguns equipamentos cedidos pela ESPN e instruções do meu chefe Aguinaldo Melo, quando me dei conta, estava esprimido dentro do estúdio, aos pés do Chuck Treece tocando na minha cara.
Antes de começar a tocar, Chuck insistiu para que eu colocasse protetores auriculares por causa do som ensurdecedor. Claro que recusei! Weakness no talo e massagem na alma.
Não foi uma transmissão perfeita, mas fiz o máximo que pude com o equipamento que a ESPN Brasil me disponibilizou: uma câmera com tripé, que conectei ao meu computador e usei a internet do estúdio (El Rocha). As imagens dão as tradicionais travadas graças a qualidade da nossa eficaz conexão banda larga brasileira, e o áudio ficou estridente porque dentro do estúdio é ensurdecedor e a captação foi pelo microfone do próprio laptop.

Veja no meu blog da ESPN as infos dos shows www.espn.com.br/sidneyarakaki

Esse é o bis que o Chuck fez especialmente para quem estava acompanhando ao vivo! Agradeço à quem acompanhou ao vivo, e por favor, prestigiem os shows. O Chuck tá aqui sem luxo, veio pra andar de skate e tocar pra gente pela consideração. Vocês vão ficar impressionados com a humildade dele. Ou receba seu ingresso de volta!

Ps. Pra complementar. Eu tinha programado pra comprar um computador no final da tarde, mas claro que diante da oportunidade de poder ver o ensaio da banda mudei os planos. Nesse meio tempo, a Apple divulgou a nova linha de Macbook Pros e hoje todas as lojas estão com liquidação de 25%!

Ps2. Depois do Dinosaur Jr e do McRad, show dos sonhos pra mim é o João Gilberto. E o Fabio Luiz me disse que esse ano ele fará uma turnê.

Mais que um sonho. Formação do McRad na turnê brasileira: Juninho, Chuck e Maurício Takara (foto: fabio Bitão)

As vezes eu acho que sonho muito alto, mas eles se superam Reviewed by on . [caption id="attachment_4077" align="aligncenter" width="500" caption="Tô colhendo material pra fazer posts sobre o Chuck. Levei alguns dos meus VHS e ele comen [caption id="attachment_4077" align="aligncenter" width="500" caption="Tô colhendo material pra fazer posts sobre o Chuck. Levei alguns dos meus VHS e ele comen Rating:
asfalto-01
Voltar ao Topo