quarta-feira , 16 agosto 2017

Home » Blog » Bob e Rodrigo apresentam Extremely Sorry, da Flip, em São Paulo

Bob e Rodrigo apresentam Extremely Sorry, da Flip, em São Paulo

Publicado Em: 28/09/2009 14:08



Os brasileiros puderam assistir na noite desse domingo, uma première especial do recém-lançado vídeo da Flip, o Extremely Sorry. O Bob fez a gentileza e agilizou uma exibição especial na Ultra Skate, num cocktail promovido pela Hurley.

Extremely tem a participação de três brasileiros. Além do Bob, tem partes com Luan Oliveira e Rodrigo Teixeira, que também estava na festa.

São poucas as cidades do mundo que receberam premières do vídeo e graças ao Bob fomos privilegiados.

Pra mim, a parte dele ofuscou todos skatistas, principalmente os que aparecem depois. Não estou desmerecendo. Quem tem a parte de encerramento é o David Gonzales, mas o Bob está antes da metade. É a parte mais completa de todos os tempos. Junte, combos do Daewon com insanidade do Frankie Hill e criatividade do Mariano. A parte do Bob, basicamente, junta todas essas habilidades numa mesma manobra. Um exemplo: switch frontside flip manual reverse no manual pad da megarrampa. É uma manobra que eu fico tentando na calçada, mas nunca acertei. O cara faz isso pulando um buraco de 15 metros de distância. E enquanto a galera treme pra dropar do quarter, o Bob faz roll in de ollie 360. Quase um Chris Cole, porque o Cole tem a base do 360 ollie flip. Mas o Bob flipa sem catar também. Ele devia entrar no Guinness Book pelo backside flip mais longo do mundo. Recorde mundial incontestável.

Pelo lado comercial do DVD, assistindo parte por parte, sem ordem, o filme é bem feito, tem vinhetas animadas divertidas e, óbvio, boas manobras. É como uma degustação. O Appleyard não tem uma parte inovadora, mas o estilo dá prazer em assistir. O Rodrigo tá com um skate maduro nesse vídeo. Manobras com personalidade. Ele domina a impulsão e escala fácil as bordas altas com manobras técnicas. O Luan dá sequência ao Bob, e assistindo pela primeira vez, não causa impacto. Sua parte não é fraca, mas depois do Bob, podiam ter inserido uma parte mais descontraída, pra diminuir o ritmo e retomar com o Luan.

Quem tem uma parte que também me agradou muito, foi o Lance Mountain, o mais velho do time. Ele é o cara que eu quero ser. Skate é mais que manobras e ele consegue transmitir. Por isso se destaca tanto nesses mais de 30 anos de skate.

Eu sugiro não criar grandes expectativas pra assistir. Num primeiro momento pode decepcionar. Talvez daí venha o título, algo como, mil desculpas. Mas o Bob eu garanto que todos vão gostar. Na etiqueta do DVD devia ter escrito algo como, satisfação garantida ou seu dinheiro de volta. Pode parecer exagero tudo que escrevi aqui, mas imagino que quem assistiu o filme ontem, hoje ainda esteja extasiado. E o que vimos no sambódromo nos últimos dias perdeu um pouco de sentido. Megarrampa é muito mais que aquilo.

Leia também:

Entrevista com Bob Burnquist falando sobre o Extremely Sorry
Entrevista com Luan Oliveira falando sobre o Extremely Sorry

Making of com Bob filmando para Extremely Sorry

E fotos da première no Expn.com.br

Bob e Rodrigo apresentam Extremely Sorry, da Flip, em São Paulo Reviewed by on . Os brasileiros puderam assistir na noite desse domingo, uma première especial do recém-lançado vídeo da Flip, o Extremely Sorry. O Bob fez a gentileza e agilizo Os brasileiros puderam assistir na noite desse domingo, uma première especial do recém-lançado vídeo da Flip, o Extremely Sorry. O Bob fez a gentileza e agilizo Rating:
asfalto-01
Voltar ao Topo